OS FALSOS PROFETAS

O Planeta transformou-se numa grande Sodoma e Gomorra. Os falsos profetas proliferam quais ervas daninhas.

O povo segue-os, submissos às suas promessas pois, as criaturas desejam melhorar-se materialmente, iludidas de que bens materiais lhes trarão vida eterna e, seus espíritos serão arrebatados em carruagens de ouro para as Divinas Cidades do Além Túmulo.

Por que, povo de deus, vos deixastes conduzir pelas sombrias e sibilinas promessas? Acaso a palavra de Jesus não lhes toca o coração?

Como ousam não distinguir as palavras da Besta, das sublimes e suaves lições de Jesus? Mereceis permanecer na escuridão! Mas, o Pai Magnânimo e Todo Bondade deseja salvar seus filhos diletos, e continua a enviar Seus Emissários para abrir-lhes os olhos e ouvidos diante do grande equívoco que viveis. Os exemplos de vossa história não vos bastam?

Atormentados em adquirir bens materiais e “serem felizes” na matéria, equivocados por nutrirem mais amor ao dinheiro que aos seus próprios espíritos imortais, destroem sua vida física, a do planeta, a do irmão de humanidade e retornam falidos à “pátria do espírito”.

Irmãos meus, é chegada a hora de fazerdes vossa escolha final. O tempo finda-se, mesmo esticado pela Misericórdia de Jesus em vosso benefício. Ligai vossa mente ao Criador e desligai vosso espírito da ilusão material, despindo-vos de ideias preconceituosas de céu e inferno e lembrai-vos do Divino Jesus a vos dizer:

“Perdoai aos vossos inimigos!” “Amai ao próximo como a vós mesmos!”, “Fazei ao próximo aquilo que desejaríeis que esse vos fizesse!” Lançai-vos na construção de uma nova criatura, que deseja habitar uma Nova Terra, livre das tormentas avassaladoras dos dias atuais.

Somente lançando-vos na prática das lições de Jesus e na mudança radical de pensamentos, palavras e ações, podereis participar da construção do Novo Mundo.

Aquele que crê e humilde entrega-se ao Criador e não ao mundo de César, certamente suplantará as barreiras do Novo Tempo. Sabemos que são poucos os que, através do próprio esforço, libertaram-se do jugo da Besta. Não importa o número. Importa que esses poucos dediquem-se com todas as suas forças na realização da Vontade Maior do Pai.

Bartholomeu, em 20/04/2007

Livro Em Nome do Cristo Novamente Aqui Estamos

http://www.extraseintras.com.br/publicacoes.asp

Leia também: Os falsos profetas espalham-se como ervas daninhas