JESUS FALANDO À HUMANIDADE

Comecei a ver uma forte luz aumentando de tamanho e intensidade. Parecia já estar presente no lugar, mas estava se adensando cada vez mais, tomando forma de luz, para que eu pudesse distingui-la do restante. Depois, quando já estava bem densa, de certo ponto, outros pequenos focos de luz começaram a se individualizar, partindo do primeiro. Eram bem menores, mas também brilhavam.

A emoção que sentia era indescritível, um misto de admiração, veneração e doçura. Notei então que os focos de luz eram as projeções do Mestre Jesus e Seus Apóstolos. Envolvida na suave luz de Sua Presença, ouvi as palavras seguintes:

Vinde ter comigo!

Eu sou a chama que, uma vez acesa, nunca se apaga.

Ninguém vai ao Pai, senão por mim, que Sou o Amor.

Tudo é paz em Minha Presença e nada pode abalar-vos.

De tudo que conheceis, nada congrega maior valor do que o Amor que por vós devoto.

Cuido de vossos passos desde que vossa existência embrionária ainda se fazia nos planos mais sutis.

Das vidas que vivestes, em todas elas vos trouxe guiando.

Quando errastes, caindo na lama pútrida, pérfido atoleiro da alma, estive ao vosso lado, aguardando pacientemente vossa voz clamar por Mim. Cuidei para que breve fosse o período, esforço derradeiro, para vos alçardes além das misérias mundanas.

Quando, por fim, decidistes por caminhar, segui à vossa frente, iluminando vosso caminho para que não caísseis novamente.

Em vão foram muitas vozes e esforços, pois a despeito de Nossa Presença, quantas quedas sucessivas tivestes. E, a cada uma, lá estava Eu, novamente, a vos aguardar.

Agora, convosco Estou e, utilizando-Me da Bondade Magnânima do Pai, alcanço-vos pelas palavras que falam diretamente em vossas mentes. Podeis Me ouvir?

Há muito venho transmitindo Meus Ensinamentos. Tendes Me seguido?

Olhai, pobres enfermos, e vedes quão contaminada vossa túnica encontra-se. Breve, sereis convida-vos à grande festa e como havereis de comparecer portando tais vestimentas?

Depurai-a, conferindo valor àquilo que realmente tem. Amai-vos.

Desfazei os ódios, afastai as diferenças, cultivai a alegria, para que, refeitos da noite sombria, adentreis o alvorecer de um novo dia, libertos das lembranças torpes e dissabores de outrora.

Convosco Estive. Convosco Estou e convosco Estarei.

Por amor a vós, fiz-me presente na carne e, por amor, permaneço entre vós.

Sou Todo Amor por vós, para que sejais transformados em Puro Amor, fonte cristalina de vossa mônada eterna.

Eis-Me ao vosso lado. Dai-Me vossas mãos e segui Comigo. Vamos juntos em direção às estrelas. Vós sois irmãos amados e, por vós, velo sempre.

- Nesse momento Ele se dirige ao Alto e diz:

SUPLICA DE JESUS AO PAI PELA HUMANIDADE

Pai! Eu vos suplico por estes homens e mulheres.

Suas crianças e velhos choram. Há doentes do corpo e doentes da alma. Eternizam-se no sofrimento quando o caminho é todo Luz.

Ainda um pouco mais de tempo vos peço, senhor dos Mundos.

Alguns poucos estão a ouvir.

Falo a eles com todo amor e creio, saberão escutar-Me as palavras e entender-lhes o sentido.

Haverão de ajoelhar-se diante de Vossa Presença Maior. Dê-lhes, uma vez mais, a generosa oportunidade. Oh! Amor infinito!

Em Vossa Presença deposito Minha Pequena Vontade e a Vós rendo Minha Força.

Que se cumpra, acima de todas as coisas, Vossa Vontade.

Oh, Amor eterno!

EXORTAÇÃO AO POVO DA TERRA

Voltando-se novamente para nós:

Irmãos, vossa trajetória na matéria traz a marca da violência e da dor. Somente aqueles cegos pela vaidade, pelo orgulho e pelo egoísmo não podem ver que os caminhos escolhidos ao longo dos milênios só vos têm levado à destruição.

Reconhecei, de uma vez por todas, que caminho melhor não há do que aquele traçado pelo Alto, concitando-vos à redenção de vossos delitos, recolocando-vos novamente, em harmonia com as leis Divinas.

Rendei-vos, amados, em Nome do Pai.

Recomeçai nova vida, alicerçada nos valores sublimes do Evangelho!

Todos os povos receberam a graça do Amor Sublime, expresso na forma de Medianeiros Devotados à Causa do Bem. Faróis Potentíssimos a vos iluminar a jornada.

Tendes, portanto, as instruções pormenorizadas, capazes de vos conduzir em segurança ao porto seguro do amor fraterno.

O chamado que ora ouvis, nada mais representa do que largos lembretes a sinalizar os equívocos em vossa trajetória. Nada de novo estamos a vos acrescentar, além do conjunto de ideias elevadas que é vosso roteiro de conduta. Tudo quanto vos chega enviado pelos Espíritos de Luz é, para vós, amoroso conhecimento, relicário que deveis conhecer, para expandir vossa compreensão da vida.

Sois portadores do passaporte para a felicidade.

Por que insistis na viagem clandestina que vos expõe aos riscos de percurso difícil e penoso?

Vinde ter comigo, que Sou o Amor e sereis consolados em vossas dores. Mas direi: não vos demoreis nos erros que elas vos provocam, pois breve virá o tempo em que havereis de lançar-vos ao vosso próprio desejo e, de novo, retornareis ao primitivismo desnecessário, para levantar-vos novamente diante da luz.

Filhos amados de meu Pai! Vindes ter comigo e vereis aliviadas vossas dores.

Eu vos chamo a Mim em Nome de Deus. Recebei-Me em vossos corações.

Jesus Sananda

Vitória (ES) - 13/02/2004

Livro Mensagens de Jesus

http://www.extraseintras.com.br/publicacoes_pdf.asp