JESUS CONOSCO SEGUE HOJE E SEMPRE -

Outrora, felizes na presença do Mestre. Grande tristeza nos dominou ante Sua trágica morte, pois em nossa alma ainda pura, não compreendíamos o porquê de tanta maldade humana.

Sob a luz de Sua doce presença aspirávamos a comunhão com as Esferas Superiores e embevecidos no Seu Poder, vagávamos pelas ruas das vilas ou nas estradas poeirentas, sem conforto e com escasso alimento, mas felizes de estarmos com Ele.

Não imaginávamos sequer o tamanho da “Força das Trevas” que pressionou o incauto povo a destruir a Fonte de Amor manifestada na carne.

Grande choque para nossa alma o seu trespasse violento.

Ainda hoje, Suas sublimes lições, emitidas por Seu doce e suave Verbo, encontram-se gravadas nos refolhos de nossa alma eterna: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a vós mesmos.”

Como perdoar Seus algozes, perguntávamos?

Mesmo amedrontados de ocorrer o mesmo conosco, jamais odiamos ou nos rebelamos, pois apesar de Sua ausência física, Ele esteve conosco todo o tempo, fortalecendo-nos na hora de suprema angústia.

Hoje, compreendemos que a grande “Força Antagônica” que perturbou o povo e o manipulou qual fantoche, é a Grande Força Oculta das Trevas, subvertida dos padrões do amor e alimentada pela desordem e rebeldia das criaturas.

Essa “Força Antagônica da Luz”, que manipulou a massa contra o Cristo Avatar, continuou fomentando o povo contra as Divinas Leis e através da conivência humana, vem percorrendo os milênios, construindo regiões tenebrosas para deleite dos seus asseclas e tormento de seus inimigos.

Tal Criatura, sedenta de sangue e caos, perderá seu domínio em breve tempo, pois a Lei do Progresso assenhoreou-se da Terra e expulsá-la-á dos domínios desse planeta.

Enraizada em grande extensão do Oriente, continua a influenciar fortemente os povos daquela região. Seu domínio espalha-se sobre a Terra e maior força ascendente possui naqueles que vibratoriamente se lhe afinizam.

No seio dos povos que desde o exílio confrontam-se em contendas, reconheceu o ponto onde construiria seu império. Instalada, derramou e continua derramando seu veneno corrosivo e destruidor, dificultando a ação das Forças do Bem em influenciar, positivamente, as criaturas que facilmente atendem seu comando.

Seu domínio é exercido através da “chama do ódio” que alimenta entre irmãos de raças e culturas semelhantes, conduzindo-as no decorrer das eras, a lutas fratricidas.

O ódio e o sangue são os ingredientes mais usados para escravizar os povos.

Nessa hora apocalíptica, vimos ao vosso encontro, Besta fera, para vos encaminhar à regeneração.

Não julgueis que novamente vos aninhareis em outro planeta para sugar a energia vital das criaturas, dominando mentes e corações. Não mais podereis interferir nos Planos da Luz, posto que a Luz vos envolve mesmo que não reconheçais. Vossa força e ação estão delimitadas e contidas desde já.

A alma humana já se encontra corrompida, e, independente de vossa presença, compraz-se nos desvios morais e espirituais. Muitos convosco seguirão, não mais para escravizar outros irmãos, mas serão subjugados pela força do tempo, em planeta de pedra, árido como vossos corações.

Se não vos apiedastes nem dos vossos, ninguém poderá intervir a vosso favor, pois a Lei do Progresso aliada a Lei de Causa e Efeito já vos enlaçaram e vos arrastam ao degredo.

Os Apóstolos do Cristo acodem nesta hora como braços auxiliares da Lei de Deus e vos arrancaremos deste planeta que merece livrar-se deste cancro que sois. Nossa arma é o Amor do Cristo e vossa força não mais nos surpreenderá; agora, sereis vós, surpreendido por nós.

Avante irmãos em nome do Cristo Jesus! Libertemos nossa Terra do jugo da escuridão.

Ave Cristo!

André, Irmão de Pedro, em 22/06/2007

 Para a Terra acorrem nesses tempos todos os simpatizantes de Jesus, enviando forças, entrelaçando as mãos em preces e lutas pelo saneamento e libertação da Terra e de sua humanidade primitiva e insensata, do jugo do mal.

Os que amam por todo o sempre o Mestre Jesus, jamais estiveram longe do planeta e dos intrincados e complexos emaranhados das ligações terrenas entre as criaturas humanas; sempre agimos para despertar as almas dos equívocos, da ilusão  dos desvios do caminho. Infelizmente, a humanidade continua libertando Barrabás e crucificando o Mestre.

Tolos e insensatos irmãos que não aprenderam a lição.

Jesus conosco segue, hoje e sempre.

Ave Cristo!

André, Irmão de Pedro, em 22/06/2007

Fonte: LIVRO -  EM NOME DO CRISTO NOVAMENTE AQUI ESTAMOS

http://extraseintras.com/publicacoes.php