TRIBUTO À SANAT KUMARA -

O amor por si mesmo, doravante, deverá ser compreendido como o “amor por si mesmo que é o amor à sua evolução!” 
O que significa que deve ser o amor pelo planeta onde está e pelo seu irmão que está neste mesmo planeta e pelos animais que estão neste mesmo planeta e pela natureza que é o cenário da sua evolução neste planeta e que lhe dá a condição da sua sobrevivência neste planeta. O amor pela sua própria vida material, pelos seus próprios caprichos apenas, pelas suas próprias vaidades apenas, pela suas próprias satisfações apenas, pelo seu próprio enriquecimento apenas, pela exaltação aos seus feitos apenas, pelas suas posições apenas e que faz todos os seres se diferenciarem por esses equívocos de base, todos esses amores apenas pelo si mesmo de cada um dos seres humanos é o que fez tudo isto acontecer...
Refiro-me ao que está ocorrendo neste planeta, moradia da sua evolução, irmão! Esses amores destemperados, desmedidos e desproporcionais culminaram em estardes, vós humanos, e o vosso planeta, novamente, à beira de um novo colapso mundial a nível energético e material e tão palpável este colapso que trará, até mesmo, alterações topográficas nos formatos de vossos continentes, porquanto as catástrofes virão realmente e já estão acontecendo para sacudir o ser humano de todos estes seus sentimentos perniciosos, porque todo aquele amor exagerado por si mesmo, fez com que grandes seres que poderiam ter sido os doadores da vida, os doadores das condições para que outros milhares de centenas de criaturas que eram o seu povo pudessem ascender aos seus páramos verdadeiros, fizeram o contrário. 
Estabeleceram o caos, estabeleceram a desordem, estabeleceram a antifraternidade e aí, então, extrapolando a necessidade de ciclos de renascimentos incessantes, e conjugadas as necessidades cármicas e as necessidades de despertamento das criaturas para olharem para dentro de si mesmas e analisarem todos os seus atos, como seres que tiveram e detiveram o poder em suas mãos, exacerbam-se as forças de sustentação vibratória do planeta e culmina tudo isso na exaustão deste ser vivo planetário, que vê e sente nas suas profundezas os reflexos violentos da luta dos seres humanos pelas suas desvairadas posses e posições, em multifacetadas facções onde orgulho e poder se congregam contra a estabilidade, a igualdade e a paz da população de seres terráqueos.
Este está sendo o destino do exagerado amor por si mesmo! Vendo-se como deuses ou como deusas aqui nesta terra de aprendizado, em todas as eras e em todos os pontos do planeta, todos os erros somados fizeram acontecer este cenário sombrio da amada Terra de Sanat Kumara.
Amado planeta Terra, cujo interior já explode de forma inconcebível aos olhos humanos! Não é possível mais a continuidade dos resgates de carmas e de tantas decisões tomadas ao longo dos séculos e dos milênios aqui neste orbe, em que a Grande Fraternidade Branca Universal, sob a direção de Kumaras e do seus governadores Jesus Cristo e Saint Germain plantaram as sementes da transmutação, através da chama trina do Amor crístico nos corações! Não é possível que elas continuem aqui, essas batalhas que travam os Egos humanos... Não é possível mais este andamento no compasso da sinfonia cósmica desta órbita! As conjunturas cármicas aqui neste orbe terão o seu desfecho da forma como a humanidade plantou ao longo das suas eras de recalcitrância.
Como este planeta ascende, agora, a uma oitava superior, onde precisa estar no seu grau verdadeiro de mundo de regeneração espiritual e que se condecora como um planeta de redenção para milhares de almas sofridas que aqui fizeram sua escalada de aprimoramento, neste período de alinhamento de seu vértice de alinhamento magnético, aqui cessa a continuidade da transferência injusta de sobrecargas deletérias para este reduto cósmico de Sanat Kumara!
Continuar a Terra recebendo esta carga imensa do passado de milhares de criaturas egóicas não se compatibiliza mais com a existência de outras milhares de criaturas cristal que aqui necessitam estar e chegar para galgarem suas conquistas individuais, mas no contexto da colaboração com a expansão da consciência cósmica no planeta. 
Seres esses, especiais, que querem sim desfrutar das paisagens magníficas deste planeta e que querem sim trazer as suas contribuições para os avanços das ciências, para os avanços da medicina, da tecnologia, para que as vidas humanas aqui deixem de perecer por falta de condições exatas para a sua cura. Precisamos sim, todos nós, estabelecermos as conexões com os grandes mestres que aqui estão encarnando para que eles venham trazer os recursos para doenças sérias que existem neste campo da matéria no corpo físico.
Mas, para tanto, é preciso que seja alijado o joio do meio do trigal da nova era que desponta. É preciso que fiquem e que nasçam neste planeta apenas aqueles seres que realmente podem trazer estas colaborações divinas no plano da ciência integral, aquela que contempla todos os ângulos das questões humanas e ecoplanetárias.
Esta ciência que se estenderá, também, a todas as áreas da educação humana, a todas as áreas da justiça social, a todas as áreas da administração social e política, de todos os departamentos humanos, das relações humanas e de tudo aquilo que se refira à qualidade de vida humana, de vida animal, de vida planetária e de vida de interrelação galáctica.
Somente assim, com esse expurgo, pelo qual a Terra vai passar, a partir deste “momentum cósmico”, já acontecendo há dezenas de anos, mas se intensificando a partir de agora, através desta sacudidela cósmica, quando este eixo do equilíbrio da Terra entra no seu ponto de congruência vibratória, no seu vórtice de alinhamento com a nova ordem do sistema solar e da própria Via Láctea, muitas coisas acontecerão.
E é preciso que nós, dos planos espirituais, estabeleçamos um contato mais direto com os seres humanos a partir de agora! É preciso que nós venhamos despertar mais criaturas, porquanto, nesta tribulação, todos aqueles que estiverem realmente interessados na remodelação de seus valores, todos aqueles que estiverem conscientizados de que precisa haver mudança no seu interior, de que precisa haver mais empenho pela sua evolução, que precisa haver mais amor pelo seu semelhante, que precisa haver mais responsabilidade no plano de poder onde cada qual esteja e que tenha as suas condições próprias de reverter situações difíceis.
Qualquer situação onde exista a possibilidade de auxílio a qualquer dos seres humanos que comungam convosco a existência, irmãos planetários, qualquer um dos seres que esteja ali ao vosso alcance mudar a sua condição de vida, seja vosso subserviente, vossa empregada ou vosso empregado, seja aquele que vos atende em qualquer instância da vida, irmãos, isto deverá ser feito, se desejardes mérito diante dos conselhos cármicos e perante vossa própria consciência!
Quanto mais aqueles que detêm o poder de uma presidência de um país ou dentro de um parlamento, decidindo os destinos de um povo, de uma nação, de um continente e até do próprio planeta, maiores responsabilidades ainda detêm de traçarem diretrizes novas para estes povos. Para tanto, é necessário que estas criaturas também sejam advertidas. E nós sabemos que muitas delas poderão ser despertadas, na medida em que nós, do plano espiritual, estejamos dispensando aos canalizadores afinados todas as informações necessárias ao seu esclarecimento.

Fonte: http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com/

Mensagem completa aqui: http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com/2010/06/mensagem-de-mestra-nada-n-001-01052009.html