Os Intraterrenos socorrem os desencarnados -

Salve, o trabalho caritativo que somos chamados a prestar, em nome do Governador Planetário, aos doentes dos planos físico e astral.

As cidades Intraterrenas trabalham incessantemente no resgate planetário, no socorro e no amparo, também, aos necessitados e carentes do mundo astral.

Nas cidades Intraterrenas, estão sendo construídas e ampliadas alas para abrigar os desencarnados desse momento de mortes coletivas, pois é grande o número de espíritos a vagarem entre vós. Os encarnados, transmitindo suas emoções e vibrações de medo e desespero, criam um ambiente de angústia, desesperança e descrédito na Providência Divina.

Já sabíamos, nós, trabalhadores humildes da seara Intraterrena, que essa fase iniciaria e se ampliaria no plano físico, que os desencarnes em massa aumentariam, causando na humanidade terrena o espanto de que ela não viria somente das catástrofes. Bastou um vírus, a menor forma de vida na Terra, para desencadear entre os seres humanos o caos, o medo e o apego.

Por mais que se alertasse que viriam desencarnes em massa, a humanidade terrena não se preparou - e não se prepara, até hoje - para os Tempos Chegados, o Juízo Final, a Transição Planetária.

É incrível que, até entre os espíritas, que possuem um grau de conhecimento maior que a maioria da população, que sabem que nenhuma morte ou desencarne ocorre sem uma programação, este momento ainda cause espanto.

Salvo os suicidas, todos esses desencarnes fazem parte de uma programação. Não importa se é vírus, não importa se é uma doença cármica, não importa se é um mal súbito; todos os que estão desencarnando tem a sua programação previamente feita e seu retorno já agendado.

Estamos socorrendo esses doentes. Muitos estão sendo usados de instrumentos pelos ignorantes das Sombras para desacreditarem as mensagens divinas. Muitos estão sendo usados como instrumentos de trabalhos de magia, como alimento para os vampiros nos hospitais, nas ruas e nos lares.

O medo, meus irmãos, está alimentando o exército das Trevas, porque muitos não creem e a sua fé não chega nem ao tamanho de um grão de mostarda.

Nas cidades Intraterrenas, os desencarnados entram adormecidos para não causarem pânico e desespero aos que já estão em recuperação, pois morrem mais apegados à matéria do que um doente de câncer ou de qualquer outra doença cármica na Terra.

Alguns entram como se fossem suicidas, tal é o grau de desespero. Ao abandonarem o corpo físico, estão atacando os valorosos profissionais da saúde, vingando-se por não terem sido “salvos”. Estamos trabalhando para que não se tornem sugadores da vida dos saudáveis da matéria.

 É difícil o momento que a Terra vive, já que a humanidade não tem a fé necessária que a sustente nas horas de desespero. Já estamos antevendo o que virá, o que os vossos olhos não veem, vossas mentes ainda não compreendem: a avalanche de dor e desalento que se abaterá sobre a Terra.

Eu, Orcadim, digo-vos: com o grau de conhecimento que já possuís, fortalecei vossa fé, porque chegará o dia em que todos serão testados, no que leram, ouviram e no que lhes foi passado, como acréscimo de misericórdia.

É valoroso o trabalho que o Mestre Ramatis incumbiu este grupo de realizar (GESH), pois essas mensagens que estão sendo selecionadas e organizadas através da intuição das irmãs, não serão para o momento presente em que viveis, mas para preparar vossas mentes e corações para o que virá. O impacto das mensagens fortalecerá vossas mentes, vossas defesas, quando fordes questionadas no futuro porque a humanidade não foi alertada.

Nossas portas, como sempre, estão abertas para os trabalhadores da Luz que compõem o plano físico desta Casa. Também cuidamos, através dos nossos médicos, unidos à equipe do GESJ, da manutenção de vossa saúde, já que no plano físico precisaremos que sejais correspondentes dos nossos trabalhos nas cidades Intraterrenas.

Salve, Jesus, que nos ampara nessa hora!

Orcadim

Intraterreno de Okay

GESH – 17/04/2021 – Vitória, ES – Brasil

https://extraseintras.com/mensagens_ver.php?ind=1&id=4114