Tudo está sendo monitorado pela Luz -

Salve, o Divino Mestre Jesus, que nos proporciona o trabalho, para que nos redimamos de nossas faltas!

O Mestre Amado, quando mencionou o “levantar o véu”, quis dizer que, quando fosse chegada a hora, tudo o que estivesse encoberto viria à tona, que nada seria ocultado à humanidade.

Portanto, quando as coisas que estão ocultas vêm a público, é porque os mensageiros de Deus e seus humildes trabalhadores, há muito, já estão socorrendo e amparando os necessitados dos planos físico e espiritual.

A realidade do que acontece no continente africano referente a experimentos não se restringe apenas a esses irmãos, que já estão pagando seu ceitil na carne. Esse é um problema planetário; o que acontece lá, acontece em outros países, cujo povo vive sob o domínio de homens que têm uma forte ligação com os asseclas da Besta. Os laboratórios desmantelados nas batalhas refletem o que acontece no plano físico: drogas são testadas no povo humilde e ignorante, para que, dali, possam ser usadas em suas experiências para domínio da população terrena.

Porém, todos devem ter a consciência de que o algoz de hoje foi a vítima do passado que, revoltado, não aprendeu a amar e nem a perdoar. E, assim, algozes e vitimas se revezam na cobrança de suas vinganças.

Não há injustiça divina nos continentes africano, asiático, americano e europeu. Todos formam um só povo aos olhos do Mestre Jesus, sem separação de cor, religião ou status social. É o carma se cumprindo.

É triste e doloroso ver, durante os resgates, crianças servindo de experimentos científicos, farmacêuticos. É triste ver mulheres doando seu corpo para o dinheiro e o poder de homens, para alimentarem suas famílias. Entretanto, se buscardes nas várias histórias reencarnatórias, encontrareis as respostas para estarem, hoje, na condição de vítimas.

Não se findarão essas histórias enquanto não se fechar o ciclo planetário. Na verdade, os acontecimentos, cada vez mais, abalarão os vossos sentimentos mais ternos, confrangerão vossos corações naquilo que está oculto e que, aos poucos, por misericórdia, se descortinarão. Porque se fôssemos realmente abrir, devassar a janela do invisível, provavelmente não teríeis um dia tranquilo, um dia de descanso.

O que as médiuns descrevem é parcial. Nem elas têm acesso a todo quadro de horror que se presencia durante as batalhas. Quando se fecha um laboratório, um antro, uma caverna, para nós, que já lidamos com isso, são quadros tristes e dolorosos. Imaginai para vós.

Não é só na África que ocorrem esses experimentos. Dentro de presídios também há manipulação de substâncias. Remédios e drogas são inoculados nos irmãos vulneráveis e sem defesa.

Os campos de concentração também não se findaram com as duas grandes guerras. Há também uma guerra oculta sendo travada, que não vem ao conhecimento público. Armas convencionais e armas químicas são testadas, longe dos olhos da humanidade.

Há muitos campos de concentração em atividade no planeta que podem estar ocultos aos olhos terrenos, mas, aos olhos do Pai, cada um será cobrado, de acordo com a sua participação, com o seu comprometimento. E gritos de dor lançados ao Mestre Jesus, aos Santos, aos Profetas, para que os livrem da miséria humana em que se transformaram.

É difícil para o encarnado ter misericórdia do algoz, daqueles que abusam da infância, da velhice, da mulher, do mais fraco, clamam para que paguem pelos seus erros na matéria. Mas o mais difícil, a dor maior, se dá na consciência dessas almas, quando partem para o astral e para o exílio.

Quando vier a hora final, tudo estará saneado, tudo estará limpo, pois que esses quadros de horror não mais serão presenciados entre o povo fraterno, que se prepara para habitar a Terra renovada.

Madre Tereza entre vós.

- Irmã, uma pergunta: esses experimentos dolorosos que são mostrados nas vidências, essas ordens partem dos governantes encarnados?

- Madre Tereza: Nem sempre. Há pessoas mais poderosas. Às vezes, os governantes são rendidos no seu poder, tendo que aceitar acordos para poderem governar. Vendem a sua população para conseguirem permanecer no poder. Muitas coisas não passam pelas mãos desses governantes.

Os territórios, no plano físico da Terra, já estão mapeados, vendidos e cada um tem um preço. E o preço é de acordo com a vulnerabilidade da população. Quanto mais frágil, maior é a negociação para a utilização daquela população para os planos macabros das Trevas, porque não são só os governantes políticos que têm pacto com as Trevas, mas também os empresários do ramo farmacêutico, entretenimento, alimentício, etc..

- Todos eles estão mancomunados com as Trevas?

- Madre Tereza: Somente aqueles que se rendem ao “poder das Trevas”. Onde pode haver lucro, poder e domínio, há um assecla da Besta e, por consequência, há o seu preposto no plano físico. Cada um assume o seu risco e o livre arbítrio é estendido até o limite do carma daquela humanidade. Ninguém passa por uma prova que não mereça, por conta do livre arbítrio de outra pessoa.

Tudo está sendo monitorado pela Luz. Não há um só rincão nesta Terra em que os olhos de Jesus não estejam vigilantes. Ele é o Governador do amor; não é o Governador do castigo, como alguns comentam.

A redenção começa quando a consciência desperta e a criatura pede ao Pai para redimir-se de suas culpas. Mas isso é para encarnações futuras, em outros planetas, pois os corações desses homens ainda não foram tocados pelas mensagens sublimes do Mestre Jesus, de amar, perdoar e fazer ao próximo o que gostaria que lhes fizessem.

A eternidade se encarregará de redimir a população dessas histórias macabras.

Que Deus, Mestre Jesus e Maria Santíssima tenham piedade dessas almas, que são mais sofredoras do que as suas vítimas.

Salve, Jesus.

Madre Tereza de Calcutá

GESH – 29/05/2021 – Vitória, ES – Brasil

https://extraseintras.com/mensagens_ver.php?ind=1&id=4120