A Maravilha da Evolução - Johannes Kepler -

Que a Luz do progresso vos conduza a paragens de amor e de vibração superior!

Irmãos em caminhada, a centelha, uma vez extraída da Fonte da Criação, é lançada no Universo para que evolua, adquira sabedoria e experiência para, em tempos avançados, ser coparticipante da Força Luz do progresso. No entanto, até que esse fato se dê por estabelecido, é tortuosa e lenta a sua evolução. As suas vivências – ainda incipientes – e sua evolução são conduzidas e controladas por mentes superiores, para que, na observação das Leis e das condições de aprendizagem e dentro do tempo determinado pelos Engenheiros Siderais, o corpo e a energia acumulados em cada Reino ganhem volume, até que, em um impulso irresistível, essa mônada seja conduzida ao Reino subsequente que corresponda a sua necessidade evolutiva.

O tempo não é um fator considerado nessa etapa da evolução, pois que o progresso da centelha obedece a parâmetros e ajustes de difícil entendimento à mente limitada dos seres humanos que vivem a realidade de um mundo material.

Assim, passada essa fase longínqua e de tempo indeterminado, a centelha, por esforço e observação do mundo que a cerca (com as suas nuances e compreensão da vida humana, quando lhe é permitido o contato), começa a se destacar de seus pares e, então, por seu mérito, desenvolve seu princípio inteligente, que destaca sua evolução em seu Reino.

A partir daí, inicia-se a longa e árdua jornada da maior maravilha da Criação: a evolução do seu pensamento. A centelha torna-se participante ativa no progresso de um planeta, de uma sociedade e, no impulso moral, intelectual e material, de uma humanidade, em algum ponto do Universo.

Nessa extraordinária viagem evolutiva, o ser aprende a odiar e amar, a vingar e perdoar, a caluniar e bendizer, a ignorar e socorrer, a apegar e doar, adquirindo a sabedoria para combater as trevas, as revoltas, as injúrias, as violências, os sentimentos desenfreados, os apegos exagerados, os amores obsessivos e aprendendo a não eliminar seu irmão como forma de poder e de autoridade.

Embora para mentes desta humanidade, o comportamento de muitas pessoas nos dias atuais seja considerado violento e abusivo, para os seres das Plêiades, o Cristo Planetário, os Devas e os Engenheiros do Universo, é um comportamento entendido como compatível para mundos de expiação e provas, tornando-se necessário que todo esse cortejo de horror fique impregnado na mente e na alma vivente, criando a vontade e a necessidade do desenvolvimento de sentimentos e comportamentos contrários a tudo o que é mal, indigno e inferior.

Os seres aprendem a amar porque antes odiaram e foram odiados, aprendem a perdoar porque antes foram injustos e caluniadores, aprendem a socorrer porque antes foram egoístas e preguiçosos e assim seguem lentamente, no tempo de cada criatura, com a Luz sobrepujando as sombras, até que a Força do Amor Divino, tão forte na intimidade do ser, o impulsiona novamente, não mais um a novo Reino, mas a um novo estágio vibratório de Luz e evolução, em moradas consideradas paraísos por quem ainda habita planetas de terceira dimensão.

Contudo, toda essa caminhada é controlada, observada e orientada por Pedagogos das escolas dos planetas mais avançados e, por momentos, um desses Avatares de dimensão superior, por amor, encarna e traz para as feras e seres ainda brutos no comportamento e na delicadeza da alma, para a massa primitiva, códigos de ensinamentos, estatutos, leis didáticas, exemplos de amor, caridade e fraternidade que se espalham na morada de um planeta. Assim, os mais avançados voltam para ensinar aos mais atrasados.

Essa foi a vida do Mestre Jesus e seres missionários que aqui estiveram, antes e após a Sua vinda.

Desse modo, irmãos, tudo está acontecendo, na atualidade, de acordo com o que as pessoas assimilaram das lições divinas e da forma como as praticam.

Em relação ao Plano Superior, não haverá indignação, lamentações ou sentimentos de perda, quando a maior parte da população terrena for exilada, já que na jornada da alma não se conta o tempo para que ela evolua; Eles simplesmente sabem que, em algum momento, - e não importa qual – ela avançará e seguirá o curso natural da programação necessária na vida de todos os seres que um dia foram apenas centelhas.

Amor e ódio, Trevas e Luz, todos foram e sentiram, mas a certeza universal é que o retorno à Fonte Criadora é inevitável na Criação.

Que a Luz habite em todos! 

Kepler

Astrônomo

GESH – 13/05/2021 – Vitória, ES – Brasil

https://www.extraseintras.com/mensagens_ver.php?ind=1&id=4153